Next Idea, Agência de Inbound Marketing

 

ROI: qual é o do marketing de conteúdo?

ROI: qual é o do marketing de conteúdo?

O marketing de conteúdo está cada vez mais presente nas empresas que têm no cliente seu foco de atenção, não é verdade? E, como toda estratégia de marketing, ele deve ter objetivos, metas e métricas. Pois é aí que entra o ROI, o retorno sobre o investimento. Quando se trata de medir o retorno investido no conteúdo em relação às vendas, o processo é bastante simples, mas vale lembra que o conteúdo possui outros objetivos, que nem sempre são tão claros assim do ponto de vista financeiro — como a visibilidade da marca e o engajamento de clientes, por exemplo. Então como medir esses resultados? Pois é o que você vai descobrir agora! Confira:

ROI do conteúdo na geração de vendas

Vamos começar pelo mais fácil: como medir o ROI das vendas realizadas a partir do conteúdo. Para calculá-lo, você precisa, primeiramente, saber quanto está investindo nele — considerando o custo da equipe, dos fornecedores, dos recursos de distribuição e assim por diante. Com esses dados devidamente calculados, basta deduzir o valor investido do valor recebido com as vendas cujo tráfego foi originado a partir de um conteúdo da sua empresa.

ROI na geração de leads

Os leads são a porta de entrada para novos clientes da sua empresa. Mas quanto custa converter um prospect em lead? Quanto cada lead traz de faturamento para o negócio? Para calcular esse, você precisa determinar quanto está gastando com criação de conteúdo, landing pages, blog e assim por diante, quantos leads são gerados com esse investimento e quanto é trazido de retorno para sua empresa a partir da conversão desses leads em clientes.

ROI do marketing de conteúdo na visibilidade da marca

Agora entramos em um terreno um pouco mais obscuro, afinal, a maioria das empresas calcula apenas o tráfego gerado, o número de downloads, as curtidas e os compartilhamentos. Será que é mesmo possível atribuir um valor monetário para a visibilidade da marca? Veja como:

Com a ferramenta SEMRush, determine quais são as palavras-chave que direcionam mais tráfego para seu site. Então, no Google Adwords, faça uma pesquisa dessas palavras-chave e descubra quanto teria que pagar por cada uma delas para uma campanha de links patrocinados. Agora multiplique o custo por clique médio pela quantidade de visitas que seu conteúdo trouxe organicamente e saiba quanto teria que investir para ter o mesmo resultado pagando. Então diminua o investimento que você teria feito do resultado que você obteve e conheça seu!

 Na geração de links externos

Ter links externos apontando para seu conteúdo funciona como uma recomendação para os mecanismos de busca, elevando seu posicionamento nos resultados orgânicos, o que reflete diretamente no seu desempenho de vendas. Mas como saber se o seu conteúdo está trazendo resultados nesse sentido?

Faça um orçamento com uma empresa especializada ou consultoria de SEO para saber quanto você teria que investir para gerar uma quantidade X de links por mês. Abra a ferramenta Open Site Explorer e detecte os links externos que apontam para seu conteúdo. Multiplique o número de links gerados por mês pelo valor médio proposto no orçamento feito e prontinho! Agora você já sabe quanto está gerando de retorno com seu conteúdo na obtenção de links externos para seu site ou blog.

Nas ações sociais

As redes sociais são grandes aliadas do marketing, mas nem sempre é possível calcular a quantidade de vendas que vêm dessas plataformas, não é mesmo? Porém, você sabia que, apenas com um pouco de criatividade, é possível medir quanto está tendo de retorno a partir delas?

Com a ferramenta BuzzSumo, determine a quantidade de interações que cada conteúdo teve — entre curtidas, compartilhamentos e comentários. Então vá até o Facebook e clique em promover esse post. Busque pela sugestão que o Facebook dá como lance para o seu post patrocinado e anote essa informação. Depois multiplique o número de interações com o post pelo custo por clique que o Facebook sugeriu a você. E aí está o retorno aproximado de quanto de retorno seu post está gerando para a empresa.

O processo para outras redes sociais, como Twitter e o Linkedin, é o mesmo. Basta que você acesse a ferramenta Ads de cada rede social e busque pelas respectivas informações de lance.

O conteúdo medido com a redução de custos

Além de trazer resultados surpreendentes para sua empresa na geração de valor, o conteúdo contribui para a redução de alguns gastos — como o custo de aquisição de novos clientes (CAC), por exemplo.

Digamos que você gaste 100 reais para gerar 20 leads por mês por meio de links patrocinados e gaste outros 50 reais para gerar os mesmos 20 leads de conteúdo. Será que vale a pena continuar com os links patrocinados ou investir em marketing de conteúdo para obter o triplo de leads? Com o triplo de leads por mês, sua taxa de conversão também triplica, assim como as vendas. E, no final das contas, você tem um retorno muito mais positivo.

Marketing de conteúdo através de pesos

Será que a curtida e o compartilhamento de um conteúdo têm o mesmo valor para sua empresa? Vamos aos fatos: quando um usuário curte um conteúdo, ele não amplia a visibilidade da empresa, mas quando compartilha, está disseminando o conteúdo para sua rede de amigos, colocando outras pessoas em contato com a marca e, muitas vezes, gerando novos negócios.

Para determinar o valor do retorno dessas ações isoladamente, você pode atribuir um peso para cada ação — como, por exemplo, 1 para curtidas, 2 para comentários e 3 para compartilhamentos. Depois é só multiplicar o número de interações pelos respectivos pesos e determinar como o seu conteúdo tem contribuído para gerar buzz para a empresa.

Agora que você já sabefazer os cálculos, que tal conhecer 10 tendências de marketing de conteúdo para 2015 e alavancar suas vendas de uma vez por todas? Só não se esqueça de voltar aqui para nos contar sobre os resultados das suas investidas, ok?

Compartilhe:

Erick Iucksh Santos
Profissional com 15 de experiência em Marketing Digital atendendo empresas de diversos portes e segmentos. Já atuou na gestão web e atendimento de grandes marcas como Tigre. É fundador e CMO da Next Idea. A disposição para conversar, tirar dúvidas e falar de estratégias digitais para resultados.
Tags:, ,

0 Comentários